sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Aeroportos: tarifas aumentam em Fortaleza, Florianópolis, Porto Alegre e Salvador

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) reajustou os tetos das tarifas dos aeroportos internacionais de Florianópolis (SC), Porto Alegre (RS), Fortaleza (CE) e Salvador (BA), conforme decisões publicadas no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira, dia 28. O aumento abrange as tarifas de embarque, conexão, pouso, permanência, armazenagem e capatazia.

No Aeroporto de Fortaleza o reajuste das tarifas foi de 2,7452%, de acordo com a Anac. A partir de 29 de setembro, os passageiros pagarão R$ 33,10 no embarque nacional e R$ 58,46 no internacional. As tarifas de conexão de voos domésticos e internacionais têm o mesmo valor: R$ 10,10. 

Leia mais em Diário do Nordeste

What do you want to do ?
New mail

segunda-feira, 24 de agosto de 2020

Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) promove Fórum de Transformação digital

Antonio Nunes, CEO da Angola Cables participa do Fórum promovido Pela Federação das Indústrias do Estado do Ceará )FIEC)

Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) promove nesta terça-feira, 25 de agosto, às 19h30 o 1º Fórum de Transformação Digital no período pós Covid-19. Na ocasião, Antonio Nunes, CEO da multinacional de telecom Angola Cables vai discorrer no painel “Telecomunicações, segurança cibernética e LGPD em tempos de pandemia. Temos a devida infraestrutura de Tecnologia da Informação e Comunicação (TIC) para dar conta dos atuais desafios de transformação digital das indústrias cearenses? Quais as principais dificuldades?”

Com a mediação de Ronara Sousa, consultora do Senai e Tadeu vieira, Gerente de TIC da FIEC, no painel ainda participam: Sayde Bayde, Diretor Comercial da Mob Telecom; Helder Galvão, CEO da Nós8; Rafael Timbó, Executivos de Negócios Públicos da Energy Telecom; Rawlison Brito, CEO da Morphus.

O fórum reúne as principais empresas e instituições do Ceará e de todo o Brasil voltadas à transformação digital. O objetivo do evento será desmistificar os diversos temas deste universo, demonstrando por meio de exemplos práticos e de ferramentas como as indústrias cearenses, em especial pelas micro e pequenas empresas, podem superar dos desafios impostos pela pandemia.

António Nunes é CEO da Angola Cables. Engenheiro eletrotécnico pela Universidade Técnica de Dresden (Alemanha), tem mais de 15 anos de experiência no setor de telecomunicações. Esteve na UNITEL, a maior operadora angolana de telecomunicações móvel, ocupando cargos de liderança no desenvolvimento da rede da empresa, o que inclui acesso (2G e 3G), core (monolítico e softswitch) e transmissão (microondas e fibra óptica), bem como a infraestrutura associada a eles.

Nunes, tem sido presença assídua em discussões mundiais dedicadas a 4ª revolução tecnológica. Sob sua gestão, a multinacional foi convidada e passou a ser membro efetivo do World Economic Forum (WEF), em 2018, sendo a primeira empresa angolana a pertencer ao mais prestigiado fórum de líderes empresariais e políticos do mundo. Neste ano de 2019, Nunes foi nomeado pela Data Economy como um dos 200 líderes do mundo mais influentes em telecomunicações.

As inscrições bem como acesso podem ser feitos via o link: https://bit.ly/3hHb3dS

 

 

Serviço:

1º Fórum de Transformação Digital promovido pela FIEC

Data: 25 de agosto

Horário: 19h30

Inscrições e acesso: https://bit.ly/3hHb3dS



What do you want to do ?
New mail

quinta-feira, 6 de agosto de 2020

Após rompimento com TwoFlex, Gol busca parceria para voos regionais

Acordo para a realização de voos de Fortaleza a cidades do interior do Ceará, foi rompido, após aquisição da TowFlex pela Azul Linhas Aéreas. Fruto de negociações com o estado, operações regionais mal começaram e, com a pandemia, votaram a zero

Aeroporto de Jericoacoara, na cidade de Cruz/Ce.
Lançados em dezembro do ano passado após meses de negociação entre o Estado e a Gol para incentivar a aviação regional no território cearense, os voos de Fortaleza a oito cidades do interior mal começaram e estão há pelo menos quatro meses suspensos por conta da pandemia. As linhas eram operadas pela TwoFlex, que foi adquirida pela Azul Linhas Aéreas em janeiro. Apesar de garantir a manutenção das operações em um primeiro momento, a Gol encerrou o contrato existente com a companhia de menor porte em meio ao contexto da pandemia e agora busca outra parceria para a aviação regional.
Em nota à reportagem, a Gol informou que "tem tratativas com outras empresas que prestam o mesmo tipo de serviço que foi oferecido pela TwoFlex, cujo acordo foi encerrado em fevereiro/2020".
A companhia disse ainda que avalia as oportunidades para o seu negócio e que "com certeza as operações em aeroportos regionais serão retomadas tão logo ocorra uma normalização da demanda e soluções mais concretas para a Covid-19". "A Gol foi a pioneira no desenvolvimento dessa parceria comercial que leva o transporte aéreo a cidades com menor demanda e que não sustentam a operação de aeronaves de maior porte e teremos outros parceiros desenvolvidos para manter o nosso plano", completa a nota.
Há pelo menos quatro meses sem movimentação de passageiros e sem voos regulares comerciais, os principais aeroportos regionais do Ceará ainda aguardam uma melhora nos cenários econômico e pandêmico para voltarem às operações. A baixa demanda por conta da Covid-19, aliada às restrições de viagens, obrigou companhias aéreas a suspenderem frequências que vinham crescendo em sete terminais do Estado no início deste ano, com voos que ligavam o interior e litoral a Fortaleza.
Segundo dados da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), foram movimentados mais de 43 mil passageiros de janeiro a junho deste ano em sete aeroportos regionais do Ceará (Crateús, Aracati, Jericoacoara, Iguatu, São Benedito, Sobral e Tauá). O resultado se refere basicamente aos meses de janeiro a março, uma vez que em abril, maio e junho, por conta do avanço da pandemia, não houve tráfego nestes terminais.

Nordeste Forte: financiamento e tributação entre prioridades para região

  Financiamentos, tributação e infraestrutura são os temas que vão pautar a mais nova gestão da Associação Nordeste Forte, que será assumida...