sexta-feira, 1 de junho de 2018

Fortaleza vai sedia o Seminário Prefeitos do Ceará 2018

Governança, perspectiva para o futuro, transparência das contas públicas,
planejamento, gestão inteligente e eficiente serão alguns dos temas.
Na próxima segunda-feira (4), será aberto o Seminário Prefeitos Ceará 2018, em Fortaleza, no Centro de Eventos do Ceará.. O tema central será "Governança e transparência". O evento deverá reunir cerca de 500 gestores dos 184 municípios cearenses que terá palestras, exposição de estandes, painéis e debates. Os promotores, apontam que os gestores necessitam de capacitação e de definir de forma eficiente a aplicação dos recursos, que estão cada vez mais escassos. Os principais assuntos que norteiam o cotidiano dos municípios cearenses serão: governança, perspectiva para o futuro, transparência das contas públicas, planejamento, gestão inteligente e eficiente, Fundo de Manutenção e Desenvolvimento da Educação Básica e de Valorização dos Profissionais da Educação (Fundeb), controle social e participação do cidadão.
O tema escolhido para o Seminário Prefeitos Ceará 2018, "governança e transparência", será abordado na palestra do presidente do TCE, conselheiro Edilberto Pontes, no primeiro dia do evento, na segunda-feira (4), às 11 horas. Durante a apresentação, o presidente vai analisar "O Papel do Controle e da Governança nas Instituições Públicas na Era da Transparência".
O TCE também estará presente no painel 2: Transparência Pública, com apresentação sobre o projeto "Índice de Transparência Municipal", com a servidora Priscila de Castro; e, no painel 5, Ouvidoria no Setor Público, com participação do conselheiro substituto e ouvidor do TCE Ceará, Davi Barreto, sobre "Ouvidoria do Tribunal de Contas do Estado do Ceará: Aspectos de Fiscalização e Orientação". 
Serviço:
O Seminário Prefeitos Ceará é uma promoção da Prática Eventos
e do jornal Diário do Nordeste, em parceria com a Fundação de Cultura
e Apoio ao Ensino (Funcepe) e a realização do Instituto Future, Aprece e do TCE.

Com Diário do Nordeste

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Vila Galé inaugura um novo conceito de barraca de praia em Fortaleza

A Vila Galé, maior rede de resorts do país, reinaugurou a Barraca de Praia Vila Galé Café, em Fortaleza, na praia do Futuro no último sábado (19). O empreendimento, que é aberto ao público local e terá, além de jantares especiais e almoços ao longo da semana, uma programação intensa de música ao vivo às quintas e aos sábados.
“O Ceará tem passado por uma transformação muito positiva, demos um salto no turismo. E nós, da Vila Galé, temos consciência de que o turismo não é só benéfico para o turista, mas para as pessoas ao redor, por isso, estamos abrindo quatro novas opções de gastronomia, de uma só vez, para os moradores locais. Agora, temos a barraca de praia Vila Galé Café, com feijoadas, brunch, almoços e jantares; o Sushi lounge, com gastronomia japonesa; o Inevitável, de culinária mediterrânea e o Massa Fina, nossa mais recente aposta em massas e pizzas artesanais, típicas da cozinha italiana. Todas essas ofertas estão disponíveis para os moradores e turistas locais”, explica Dr. Jorge Rebelo de Almeida, presidente da rede.
Além da reinauguração da Barraca de Praia, foram apresentadas as renovações no Vila Galé Fortaleza, que inclui um trampolim do NEP, a reformulação do Clube Nep e área kids do hotel.
O evento contou com a presença de personalidades do estado, como o prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio, o secretário de turismo da cidade, Régis Medeiros; o presidente da Associação Brasileira da Indústria Hoteleira do Ceará, Eliseu Barros, dentre outras.

Vila Galé é responsável pela gestão de 29 unidades, sendo vinte e duas em Portugal e sete no Brasil (Angra dos Reis/RJ, Rio de Janeiro/RJ, Cumbuco/CE, Fortaleza/CE, Guarajuba/BA, Salvador/BA e Cabo do Santo Agostinho/PE). Atualmente com cerca de 2.300 funcionários, o Grupo detém a maior rede de resorts do país e planeja a abertura da 8ª unidade brasileira na Praia de Touros (RN), prevista para setembro de 2018. Em 2017, o Grupo teve faturamento de ‎€ 173 milhões de euros nos seus 28 hotéis no mundo.  A rede ainda prevê a abertura de unidades hoteleiras  em Portugal, nomeadamente Vila Galé Collection Braga, resultado da renovação do antigo hospital de S. Marcos; Vila Galé Elvas, no Alentejo  e Vila Galé Serra da Estrela, em Manteigas. Saiba mais sobre os hotéis Vila Galé no Brasil e no mundo em www.vilagale.com .

segunda-feira, 21 de maio de 2018

Festa da Indústria cearense tem nova data

O presidente da FIEC Beto Studart, fará a festa anual em nova
data a ser divulgada, para homenagear Elisa Gradvohl, Elcio
Batista e Edson neto.
A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC) comunica que, por motivo de força maior, a tradicional Festa da Indústria, agendada para 30 de maio, será realizada em nova data a ser divulgada posteriormente. O evento é tradicionalmente realizado pela FIEC em comemoração ao Dia da Indústria e na ocasião são homenageadas com a Medalha do Mérito Industrial personalidades que transformam a Indústria cearense. Neste ano, os homenageados são a empresária Elisa Gradvohl, presidente do Sindicato das Indústrias de Frio e Pesca no Estado do Ceará (Sindfrio); o economista Edson Queiroz Neto, chanceler da Universidade de Fortaleza (Unifor); e o secretário chefe de Gabinete do governador Camilo Santana, Élcio Batista.

Gerência de Comunicações - Sistema FIEC

segunda-feira, 14 de maio de 2018

Museu da Indústria abre exposição do Prêmio Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas

A exposição A Intenção e o Gesto integra o projeto Arte e Indústria,
iniciativa que homenageia artistas com processos de criação
relacionados à produção industrial.
O Museu da Indústria, equipamento do SESI Ceará, recebe nesta quinta-feira, dia 17 de maio, o evento de lançamento da exposição A Intenção e o Gesto, parte da programação do Prêmio CNI SESI SENAI Marcantonio Vilaça para as Artes Plásticas, apenas para convidados. A premiação é considerada a mais importante iniciativa do gênero no país, e este ano desembarca em Fortaleza ocupando também o Museu de Arte Contemporânea do Ceará (MAC|CE), localizado no Centro Dragão do Mar de Arte e Cultura (CDMAC). Os dois espaços receberão três exposições, todas com entrada franca, que ficam em cartaz ao público de 18 de maio a 1º de julho.
A exposição A Intenção e o Gesto integra o projeto Arte e Indústria, iniciativa que homenageia artistas com processos de criação relacionados à produção industrial. Em sua terceira edição, o projeto tem a curadoria de Marcus Lontra e reúne trabalhos do artista Sérvulo Esmeraldo, homenageado pelo Prêmio este ano, e de mais 10 artistas contemporâneos que dialogam com sua produção: Almandrade, Ana Maria Tavares, Angelo Venosa, Arthur Lescher, Delson Uchoa, Hildebrando de Castro, Guto Lacaz, Iran do Espírito Santo, Jaildo Marinho, Raul Córdula e Paulo Pereira.
As visitações para o público em geral iniciam no dia 18 de maio, seguindo até 1º de julho. No dia 18 de maio, às 18h, acontece um evento de abertura ao público no MAC|CE, com visita guiada às exposições com os curadores Marcus Lontra, Josué Mattos e Dodora Guimarães Esmeraldo, além da performance Verzuimd Braziel com o artista Daniel Santiago.
O MAC|CE recebe a mostra com os trabalhos dos cinco artistas vencedores da sexta edição do Prêmio: Daniel Lannes (RJ), Fernando Lindote (SC), Jaime Lauriano (SP), Pedro Motta (MG) e Rochelle Costi (SP); e a exposição Verzuimd Braziel - Brasil Desamparado, do curador premiado Josué Mattos, que reúne trabalhos dos artistas André Parente, Anna Bella Geiger, Carla Zaccagnini, Cildo Meireles, Clara Ianni, Dalton Paula, Daniel Jablonski e Camila Goulart, Daniel Santiago, Ivan Grilo, Lourival Cuquinha, Regina Parra, Regina Silveira, Santarosa Barreto, Thiago Honório, Thiago Martins de Melo e Vitor Cesar.
Em paralelo às mostras do Prêmio, é realizada a exposição A Intenção e o Gesto, que integra o projeto Arte e Indústria. Em Fortaleza, A Intenção e o Gesto será dividida entre o Museu de Arte Contemporânea do Centro Dragão do Mar, que receberá cerca de 40 obras de Sérvulo Esmeraldo, constituindo-se em uma grande exposição do artista, enquanto no Museu da Indústria outros oito trabalhos do homenageado se unem à exibição das obras dos artistas Almandrade, Ana Maria Tavares, Angelo Venosa, Arthur Lescher, Delson Uchoa, Hildebrando de Castro, Guto Lacaz, Iran do Espírito Santo, Jaildo Marinho, Raul Córdula e Paulo Pereira, que dialogam com a produção de Esmeraldo.
Fortaleza é a única capital do Nordeste a receber as exposições da sexta edição do Prêmio, que teve seu início no ano passado, no Museu Brasileiro (MuBE), em São Paulo. Brasília e Goiânia também já sediaram as mostras, que de Fortaleza seguem para o Rio de Janeiro (julho a setembro) e a Florianópolis (outubro a fevereiro de 2019).
O Prêmio é uma iniciativa da Confederação Nacional da Indústria (CNI), do Serviço Social da Indústria (SESI), do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (SENAI). Em Fortaleza, a exposição tem o apoio da Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC).

Fonte: Assessoria SFIEC

quinta-feira, 8 de fevereiro de 2018

Balança comercial cearense apresenta melhor desempenho no comparativo dos últimos cinco anos

Os dados são do documento Ceará em Comex, elaborado
pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC
As exportações cearenses em janeiro de 2018 atingiram a cifra de US$ 180,5 milhões, o valor representa crescimento de 15,3% quando comparado ao valor do mesmo mês em 2017. Já em dezembro do ano passado o valor é US$ 231,4 milhões. Do lado das importações, o primeiro mês de 2018 totalizou US$ 194,8 milhões, expressiva elevação em relação a dezembro de 2017 quando foi importado US$ 135,4 milhões. Ao comparar com o mesmo período do ano anterior, houve decréscimo de 4,1%. Vale ressaltar que as compras externas cearenses vinham registrando retração durante os últimos três meses de 2017. Os dados são do documento Ceará em Comex, elaborado pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC, com base em informações do Ministério da Indústria, Comércio Exterior e Serviços.
O comportamento da balança comercial do Estado, janeiro de 2018 alcançou a marca de melhor mês para o período, desde o início da série histórica, no ano 2000. Por sua vez, as importações registraram o segundo menor valor dos mesmos cinco anos, ficando à frente apenas de 2016. Como resultado final de tais trocas comerciais, a balança cearense fechou o mês com saldo negativo de US$ 14,3 milhões. Apesar do resultado, foi o melhor desempenho para o período no comparativo dos últimos cinco anos.

Fonte: Gerência de Comunicações - Sistema FIEC

terça-feira, 23 de janeiro de 2018

Dom Pedro Laguna Beach Resort & Golf conquistou, em 2017, o “Óscar do Turismo”

O conforto e a comodidade do Dom Pedro Laguna, lhe rendeu o troféu mais
cobiçado pela rede hoteleira mundial; World Travel Awards.
O Dom Pedro Laguna Beach Resort & Golf conquistou, em 2017, os prêmios do World Travel Awards – considerado o “Óscar do Turismo” – pela terceira vez consecutiva na categoria de “Melhor Resort da América Latina” e, segunda vez, como “Melhor Resort do Brasil”.  A premiação foi entregue em uma cerimônia no México, em que estavam presentes os principais nomes do segmento.  O título reitera a qualidade e dedicação nos serviços prestados pelo Dom Pedro Hotels & Golfe Collection, que há 45 anos atua como uma das principais redes da Europa, e, desde 2012, transporta os mesmos valores ao Brasil.
Sendo um dos mais exclusivos Resorts para famílias do Brasil, tem um novo conceito de lazer e descanso que transmite tranquilidade e total privacidade em um verdadeiro paraíso entre o campo de golfe e a capa praia de Marambaia.

Carnaval 2018
Dom Pedro Laguna não vai ficar de fora da folia. A cidade, conhecida por ter uma das mais animadas festas do Brasil, iniciou a tradicional programação de bandas e blocos de rua que se estendem até o final de fevereiro. Neste período, os foliões desfrutarão de mais de 50 atrações que garantem a diversão rodeada de pontos turísticos e gastronômicos.
Fonte: Assessoria CV&A


quinta-feira, 19 de outubro de 2017

Exportações de castanhas de caju no Ceará sofreram retração em setembro

Miniestudo Setorial Castanha de Caju aponta retração
do setor na venda externa do produto no Ceará.
Tradicional setor exportador cearense, a castanha de caju e seus derivados continuam registrando retração nas vendas externas em 2017. De janeiro a setembro, as vendas externas caíram 14,1%, passando de US$ 78,3 milhões em 2016 para US$ 67,2 milhões no ano vigente.Já as importações aumentaram de US$ 10,0 milhões no acumulado de janeiro a setembro de 2016 para US$ 28,3 milhões no mesmo período de 2017. O resultado gerou um superávit de R$ 38,8 milhões, valor 43% mais baixo que o registrado em igual período de 2016. As informações fazem parte do Miniestudo Setorial Castanha de Caju produzido mensalmente pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC.  
A queda de 23,5% na comercialização para os EUA (principal comprador dos produtos do setor cearense) explica tal desempenho. Apesar da queda nas exportações, o Ceará continua sendo o maior exportador de castanha de caju do Brasil, respondendo a mais de 80% das exportações brasileiras. Em compensação, em busca de satisfazer a demanda criada, o Estado passou a ser um grande importador do fruto, praticamente triplicando o volume, de US$ 10 para 28,3 milhões (alta de 183,2%) tendo a Costa do Marfim seu fornecedor. Todavia, analisando a pauta importada, o produto adquirido do exterior necessita de beneficiamento, o que gera atividade industrial, podendo ser utilizado tanto para o consumo interno quanto para o mercado externo.
Confira o estudo completo aqui!
Fonte: Assessoria SFIEC