quinta-feira, 22 de maio de 2014

Cid Gomes recebe hoje a "Medalha do Mérito Industrial 2014"

Concluindo a nossa série de publicações com o perfil dos homenageados na solenidade de entrega da "Medalha do Mérito Industrial 2014" que ocorrerá hoje a noite, no La Maison Coliseu em Fortaleza, apresentamos o governador do Ceará Cid Gomes.
Lembramos que o evento é promovido anualmente desde 1974 pela FIEC e a solenidade é restrita aos homenageados e convidados.

Cid Ferreira Gomes

Cid Ferreira Gomes nasceu em Sobral, em 27 de abril de 1963. Filho de José Euclides Ferreira e de Maria José Santos Ferreira Gomes, convive com a política desde a infância.
Cursou Engenharia Civil na Universidade Federal do Ceará (UFC) e presidiu o Centro Acadêmico. Em 1990, elegeu-se deputado estadual, tendo exercido o cargo de 1o. secretário da Mesa Diretora. Quatro anos depois, reeleito, tornou-se, aos 32 anos, o mais jovem presidente da história da Assembleia Legislativa do Ceará.
Cid teve atuação destacada à frente do Parlamento Estadual, de onde saiu para disputar o cargo de prefeito de Sobral. Eleito com votação recorde, desenvolveu projetos nas áreas social, econômica e de infraestrutura. O excelente desempenho o credenciou à reeleição.
Encerrado o segundo mandato de prefeito, mudou-se para os EUA, em 2005, tendo exercido, em Washington, a função de consultor do Banco Interamericano de Desenvolvimento. Um ano depois, elegeu-se governador e, em 2010, os cearenses o reconduziram ao cargo.
À frente do governo do Ceará, Cid se destaca pelo espírito empreendedor. Seu grande legado inclui a ampliação do Complexo Industrial e Portuário do Pecém (CIPP); criação do polo siderúrgico e da Zona de Processamento de Exportações (ZPE); construção dos centros de eventos de Fortaleza, Iguatu e Crato; construção de aeroportos no interior; ampliação da malha viária; implantação do Cinturão das Águas e do Cinturão Digital; implantação do metrô de Fortaleza; construção de 22 policlínicas, 19 centros de especialidades odontológicas, quatro grandes hospitais regionais e 22 unidades de pronto atendimento. Ainda implantou as escolas de educação profissional, que já somam cem unidades desde 2007, e criou o Programa de Alfabetização na Idade Certa, que se tornou modelo nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário