segunda-feira, 28 de janeiro de 2019

Ceará é o segundo maior exportador brasileiro de pás e geradores eólicos

As pás e geradores eólicos representam a totalidade das vendas ao exterior,
sendo o valor exportado pelo Ceará o 2° maior do país.
O ano de 2018 encerrou com o Ceará ocupando a posição de segundo maior estado exportador do setor de energias renováveis do Brasil. Ao longo do ano, o segmento enviou ao exterior US$ 63,2 milhões, valor que representa um crescimento de 146,8% em relação ao montante exportado em 2017. Os dados são do estudo Ceará em Comex, realizado pelo Centro Internacional de Negócios da FIEC.  
O estado também é notável em consumo no exterior. Foram importados pelo Ceará US$ 89,7 milhões, 4° maior valor do país, tendo crescido 480,6% entre 2018 e 2017. Percebe-se assim que atuação do estado no comércio de insumos utilizados na produção de energias limpas se consolida a cada ano.
As pás e geradores eólicos representam a totalidade das vendas ao exterior, sendo o valor exportado pelo Ceará o 2° maior do país. Os Estados Unidos compraram a maior parte, com US$ 47,6 milhões, enquanto a Alemanha, que ficou em segundo, importou US$ 15,3 milhões. O montante adquirido pelo mercado americano, no setor, cresceu mais de 9000 pontos percentuais comparando-se a 2017.
Em relação às importações, o item mais comprado foram células fotovoltaicas, que totalizaram US$ 60 milhões, o que representa um aumento de mais de 100 vezes em comparação ao montante do produto em 2017. Em seguida, estão as partes de outros motores, cujo Ceará totaliza US$ 27,7 milhões em aquisições. O maior fornecedor é a China, que vendeu ao estado cearense US$ 79,8 milhões. O parceiro asiático, que vem aumentando sua importância, avançou suas vendas ao Ceará em 2435% no período analisado.
Fonte: Assessoria de comunicação FIEC

Nenhum comentário:

Postar um comentário