terça-feira, 23 de setembro de 2014

Beto Studart é empossado como novo presidente da FIEC

Beto Studart(esq) assume a presidência da FIEC após 8 anos
de mandatos consecutivos do presidente Roberto Macedo(dir)
Em solenidade que durou aproximadamente duas horas, tomou posse ontem, 22/09, como novo presidente da FIEC, o empresário Beto Studart. Ao assumir a entidade, o empresário que já fazia parte da diretoria, ressaltou em seu discurso alguns pontos que deverão ser o foco de sua gestão. Com orçamento em torno de R$ 300 milhões por ano, a Federação das Indústrias do Estado do Ceará (Fiec) desperdiça entre 10% e 15% dos seus recursos. A estimativa toma como base padrão da Confederação Nacional das Indústrias (CNI) para a relação entre homem/hora. Reverter isso é a primeira missão que Beto Studart tomou para si como presidente da entidade, cargo para o qual foi empossado ontem.
Ele diz que racionalizar não significa cortar: “precisamos gerar coisas boas com custos adequados”. Nesse processo, a Federação receberá equipe da CNI e consultoria privada. Tudo deve ser concluído até o final do ano. Esclarece que não há problema de caixa: “Roberto (Macedo, o antecessor) está deixando as casas muito bem mantidas”.
O novo presidente quer mais empresas dentro dos sindicatos, que deveriam representar 80% do setor no Ceará. “É uma meta, não minha, mas que eu posso colocar para os companheiros”. Das 17.699 indústrias cearenses, 2.146 são associadas. Para ajudar os sindicatos no trabalho de atração, ele pretende ampliar os canais de diálogo e fortalecer o Programa de Desenvolvimento Associativo (PDA).
Nos próximos cinco anos, Beto promete uma gestão “aberta, racionalizada e humanizada”. Para encarar o novo desafio, mandou celebrar missa na última sexta-feira na Capela Santa Filomena (Meireles) onde pediu bênçãos para sua diretoria e a de Roberto Macedo.
com O Povo

Nenhum comentário:

Postar um comentário