segunda-feira, 26 de dezembro de 2011

Governo do PI anuncia saldo positivo na geração de empregos

A Construção civil apresentou resultado negativo no período
Nos onze meses de 2011 o Piauí conseguiu um saldo positivo superior a 13,7 mil novos empregos com carteira assinada, registrando um crescimento 5,58% em relação a igual período do ano passado. Em novembro, mesmo com o recuo de meta do governo federal, foram gerados no Estado 590 empregos.
Segundo o Cadastro Geral de Empregados e Desempregados do Ministério do Trabalho (Caged), nos últimos doze meses o Piauí criou 109,9 mil empregos formais, com saldo positivo de 10,6 mil, 4,20% a mais do que em igual período do ano passado.
O setor de construção civil, um dos maiores empregadores do Estado, apresentou resultado negativo. As 2,1 mil contratações do mês de novembro foram inferiores as 2,4 mil demissões, queda de 0,77%. Para o período de onze meses, no entanto, o Piauí apresenta saldo positivo, com a criação de mais de 28,5 mil postos de trabalho, contra 27, 8 mil demissões.
O resultado de novembro contribuiu para o saldo negativo apresentado pela construção civil no período de doze meses. Foram 32 mil demissões contra 30,3 mil admissões, queda de 4,45%. Em novembro, também apresentaram resultados negativos os setores de extração mineral e serviços.
Nos últimos doze meses, o setor que apresentou melhor desempenho foi o agropecuário, que registrou crescimento de 12,47% no nível de emprego. Em segundo lugar aparece, com 6,32%, o setor de serviço industrial de utilidade pública, seguido dos setores de serviço, com 6,26%, indústria de transformação, com 6,24%, e comércio, com 5,40%.


Fonte: Governo do Estado do Piauí

Nenhum comentário:

Postar um comentário