quinta-feira, 26 de dezembro de 2013

Final do "The Voice Brasil" e o cearense Sam Alves é favorito

Sam Alves vem evoluído na competição e pode levar o
premio de R$ 500 mil e contrato com a Universal Music
Hoje acontece a grande final do "The Voice Brasil". Pela primeira vez na competição, um talento cearense, Sam Alves, participa com chances de vitoria. Nas audições às cegas, ele conquistou todos os jurados. Após escolher fazer parte do time de Claudia Leitte, e vem se superando a cada apresentação no "The Voice Brasil". Com uma história de vida emocionante, que inclui adoção e a mudança de sua terra natal, Fortaleza, para os Estados Unidos, o rapaz vem ganhando a empatia do público e está na final do reality show musical. Com a torcida do Ceará, o cantor disputa hoje, ao vivo, o prêmio de R$ 500 mil e um contrato com a Universal Music.
A repórter do DN, Gabriela Dourado conversou com o Sam e transcrevemos abaixo a entrevista:

Pouco antes da apresentação da semifinal, você comentou nas redes sociais que estava um pouco gripado. Como foi lidar com essa tensão horas antes?
Eu acordei com a garganta ruim, irritada e com um pouco de febre. Tive que ir ao médico duas vezes para poder receber um pouco de soro, pois estava me sentindo muito fraco e com o corpo todo dolorido. Mas não tinha como não subir ao palco naquela noite. Eu poderia subir doente, mas não iria perder minha oportunidade. Bebi muito líquido, descansei nos bastidores, tentei não cantar muito para não ficar com a voz cansada e orei bastante para que eu não tivesse problemas. Graças a Deus eu pude subir no palco e fazer o que queria e da forma que queria.

Assim que soube que estava na final, quais foram seus primeiros pensamentos e sensações?
Toda vez é um choque quando o seu nome é chamado. Toda vez a gente passa por aquele aperto do momento achando que não seremos escolhidos e, quando ouvimos o nosso nome, um alívio vem e começamos a transbordar de alegria! Eu fiquei super feliz com a decisão do público e, ao mesmo tempo, triste pela eliminação da minha amiga Gabby Moura. Fiquei muito próximo dela nessas últimas semanas. Ela é um pessoa verdadeira e divertida de estar por perto. Então, claro que ficamos sentindo que tomamos o lugar de outra pessoa, mas creio que ela terá um belo futuro pela frente. Ela merece muito.

E agora, como está se preparando para a final?
Estou estudando a letra da minha música para realmente sentir o que vou cantar naquela noite. Estou tentando dormir mais horas a cada noite para poder ficar com o corpo saudável e totalmente recuperado. Também estou cuidando da minha alimentação. Além disso, também estou tomando muito cuidado com o que leio na internet para não afetar minha mente e meu foco. Estou feliz, mas muito ansioso. Tento não lembrar muito que será um dia tão grandioso e pensar que é apenas mais uma oportunidade de brilhar naquele palco e compartilhar um pouco do meu coração.

Qual momento da sua trajetória no programa, até agora, que você considera mais marcante?
Mesmo estando doente naquele noite, eu tenho que dizer que "Você Existe Em Mim" foi, para mim, a
Sam Alves é "apadrinhado" por Claudia Leite desde
o inicio da competição que também confia no artista
minha apresentação mais marcante. Foi uma segunda oportunidade que tive de cantar uma música na minha língua nativa. E escolhi algo que realmente tivesse uma mensagem forte e melodia que pudesse ir por toda minha extensão vocal. Claro, a primeira coisa que me marcou na escolha foi o que senti quando a escutei pela primeira vez. Assim que terminei de ouvi-la já sabia que ela seria a próxima música. Eu considero a minha performance mais marcante porque pude honrar a minha técnica Claudia Leitte (algo que queria fazer desde as batalhas) assim como um dos grandes compositores da própria música, o querido Carlinhos Brown. Nunca vou esquecer daquela noite.


Você tem tido uma aceitação muito grande do público, tanto na plateia do programa como em casa. A que você atribui essa empatia?
Honestamente, eu não sei. Eu sou eu e não tento ser diferente. E só posso esperar que as pessoas me amem por quem eu sou. Eu acho que as pessoas quando me olham no programa não veem apenas um cantor e sim alguém como eles, que está lutando por um sonho para melhorar a sua vida e a da sua família.

Como tem sido o seu dia a dia nas ruas desde que começou a aparecer no "The Voice Brasil"? E os shows?
As pessoas estão sempre me reconhecendo, o cabelo entrega na hora! Eu acho bacana demais esse reconhecimento e sei que faz parte. Fico feliz em ver que trago alegria na vida das pessoas. Elas torcem por mim de uma maneira tão inexplicável! Eu chamo de "Samurais" por serem todos guerreiros fieis! Então merecem toda minha atenção. Bom, eu não tenho feito shows durante o programa por não ter banda. Precisaria ainda encontrar pessoas que pudessem me acompanhar e ensaiar com eles para poder me apresentar em um show. Então decidi esperar terminar o programa para poder dedicar meu tempo livre a me preparar para as apresentações no "The Voice Brasil". E penso que valeu a pena.

Nenhum comentário:

Postar um comentário