sexta-feira, 8 de março de 2013

SESI/CE faz parceria com empresas no programa Atleta do futuro

Programa Atleta do Futuro é uma programa do SESI/CE
O Serviço Social da Indústria (SESI/CE) realiza nesse sábado (9/3), às 8h30, simultaneamente, nas unidades da Barra do Ceará e no Clube da Parceria, em Maracanaú, a apresentação do programa Atleta do Futuro para os dependentes de funcionários e membros de comunidades que farão parte da atividade, dentro da proposta de consórcio de responsabilidade social com base no investimento social privado.
O SESI Atleta do Futuro, baseado na formação esportiva, presta atendimento a crianças e adolescentes entre seis e 17 anos, priorizando filhos de funcionários da indústria. No próximo dia 23, haverá a apresentação para empresas que estão na área de atuação do SESI em Parangaba. Este ano, a expectativa é que cerca de mil jovens participem do projeto.
A proposta do consórcio de responsabilidade social baseado no investimento social privado, utilizando o programa Atleta do Futuro, é desenvolvido pelos núcleo de lazer e responsabilidade social do SESI/CE. O conceito é fomentar práticas esportivas para o desenvolvimento das habilidades motoras, da aptidão física e da adoção de valores positivos do esporte. Em termos de metodologia, o Atleta do Futuro trabalha com três eixos: atividades permanentes (aulas), desenvolvimento dos temas transversais e eventos com as famílias.
A ação conjunta teve início no ano passado com a participação de 19 empresas, envolvendo 1.945 jovens durante o período de um ano. De acordo com a parceria desenvolvida com as empresas, cada uma delas pode indicar até 70 jovens para participar do projeto, podendo, a critério das empresas, indicar dependentes de funcionários, ou membros de comunidades onde estão situadas.
Cada jovem inscrito conta com o apoio de transporte e um kit contendo desde fardamento a kit odontológico, além de acompanhamento escolar. A atividade faz parte do novo conceito do programa SESI Atleta do Futuro, que é procurar uma ação mais sinérgica com as empresas. Por esse motivo, a adoção da metodologia dentro da estratégia desenvolvida pela área de responsabilidade social do SESI da formação de consórcios empresariais visando ao investimento social privado.
Com isso, a iniciativa pretende unir empresas próximas geograficamente em torno de projetos que incluem ações de intervenção social e ambiental nas comunidades em que estão localizadas. Este ano, compõem os consórcios Barra do Ceará (Inace, Iracema, Amêndoas do Brasil, Pena, Recamonde e CV Couros) e  Parangaba (Sert Engenharia, Sand Beach, Cite Luz e Cagece); Maracanaú (Gerdau, M. Dias Branco, Marisol Nordeste, Cobap, Serlares, Hidracor e Esmaltec).

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Setor produtivo cearense espera prorrogação de medidas de apoio até 2021

No último dia 1º de julho, o Governo do Estado estendeu o prazo das medidas de apoio às empresas por pelo menos 15 dias, mas empresários qu...