quinta-feira, 6 de junho de 2013

FIEC homenageia personalidades hoje

Os homenageados: Fernando Gurgel, Ana Lucia,  Waldir  Diogo e Flavio Parente (in memorian)
Quatro personalidades que são exemplos de empreendedorismo, contribuição social e de ações em prol do desenvolvimento do estado do Ceará serão homenageadas hoje, às 19h, pela Confederação Nacional da Indústria (CNI) e Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), durante a solenidade comemorativa do Dia da Indústria, no La Maison Dunas.  Para o evento, estão previstas as participações do governador do Estado, Cid Gomes, e do prefeito de Fortaleza, Roberto Cláudio.
O industrial do ramo metal-mecânico Fernando Cirino Gurgel, ex-presidente da FIEC, receberá a comenda Ordem do Mérito Industrial, concedida pela CNI. A Medalha do Mérito Industrial, uma iniciativa da FIEC, será concedida a três empresários: Ana Lúcia Bastos Mota, presidente da Cerbras – Cerâmicas do Brasil e ex-presidente da Associação das Empresas dos Distritos Industriais do Estado do Ceará (Aedi); Waldyr Diogo de Siqueira Filho, da área da construção civil, que participou por vários anos da diretoria da FIEC; e, in memoriam, empresário Flávio Barreto Parente, falecido em 28 de dezembro de 2012. Ele foi representante da atividade salineira e integrou a diretoria do Sindicato das Indústrias da Extração de Sal do Estado do Ceará (Sindsal) por várias décadas.
Os nomes das personalidades agraciadas com a Medalha do Mérito Industrial foram aprovados pela diretoria plena da FIEC, em reunião realizada em 1o. de abril. Fernando Cirino Gurgel, presidente da Durametal, foi uma indicação da FIEC à diretoria da CNI. A entrega das comendas será realizada na tradicional solenidade pelo Dia da Indústria, comemorado nacionalmente em 25 de maio, mas que terá seu ponto alto no Ceará em 6 de junho.

Sobre as comendas
A Ordem do Mérito Industrial foi criada pela Diretoria da CNI em 1958, e é destinada a premiar personalidades e instituições, nacionais e estrangeiras, que se tenham tornado dignas do reconhecimento ou da admiração da indústria brasileira. O número máximo de concessões da Ordem do Mérito Industrial é de dez agraciados por ano. Dentre os distinguidos, estão personalidades como o ex-presidente do Brasil, Juscelino Kubitscheck de Oliveira; Sua Alteza Real Príncipe de Gales e herdeiro do trono da Grã-Bretanha, Charles Philip Arthur George; e o industrial Jorge Gerdau Johannpeter. Ano passado, o cientista cearense Fernando de Mendonça foi o homenageado.
A Medalha do Mérito Industrial foi criada pela FIEC em 1974 para ser concedida a empresários e outras personalidades com atuação marcante no impulso das atividades fabris e no desenvolvimento econômico do Ceará, por meio de relevantes serviços prestados ao setor industrial cearense. Na edição de 2012, os industriais José Vilmar Ferreira, presidente da Aço Cearense; Maria Suzete Dias de Vasconcelos, presidente do Laboratório Madrevita; e Herbert Johnson (post-mortem), empresário norte-americano precursor do Grupo Johnson no Ceará, receberam a comenda.

Nenhum comentário:

Postar um comentário