segunda-feira, 10 de junho de 2013

Seminário Industria Viva


A Federação das Indústrias do Estado do Ceará (FIEC), por meio do Instituto de Desenvolvimento Seminário Indústria Viva: os desafios da competitividade industrial. O presidente da FIEC, Roberto Proença de Macêdo, e o diretor corporativo do INDI, Carlos Matos, farão a abertura oficial.
Presidente da FIEC Roberto Macedo fará abertura da solenidade
Industrial do Ceará (INDI), promove nesta segunda-feira (10/6), das 14h às 20h, no auditório Waldyr Diogo de Siqueira, no térreo da FIEC, o
Na oportunidade, será lançado o Programa de Desenvolvimento Integrado da Indústria do Ceará – Indústria Viva. O evento terá a apresentação dos painéis “Cenários da Indústria” e “Avanços e Soluções”, contando com a participação de palestrantes convidados, tais como Maurício Canêdo (IBRE-FGV) e Mansueto Almeida (IPEA). Para a palestra de encerramento, Cláudio Frischtak (Inter B, Consultoria Internacional de Negócios).
O seminário reunirá empresários, representantes de universidades e dos governos federal, estadual e de municípios cearenses, com o objetivo de apresentar e debater temas relacionados à competitividade e aos novos caminhos para o fortalecimento da indústria. Debaterá, também, questões-chave para o crescimento sustentável da indústria do Ceará.
O evento faz parte do Dia da Indústria, ocorrido no dia 25 de maio e celebrado solenemente no dia 6 de junho, quinta-feira. Segundo Carlos Matos, o seminário será, também, um momento de conseguir adesões para o movimento da indústria competitiva: “Além de celebrar um setor que gera 300 mil empregos no Ceará, o encontro nasce para discutir formas que façam esse setor ganhar em produtividade, pensando na indústria do futuro, discutindo formas de impulsionar o desenvolvimento de todo o Ceará”.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Setor produtivo cearense espera prorrogação de medidas de apoio até 2021

No último dia 1º de julho, o Governo do Estado estendeu o prazo das medidas de apoio às empresas por pelo menos 15 dias, mas empresários qu...